Educação Infantil

O Afeto, a Interação e a Brincadeira são os pilares da formação do aluno de Educação Infantil no Colégio Nossa Senhora Aparecida.

  • O afeto por entendermos que para o desenvolvimento humano é preciso considerar as emoções juntamente com os aspectos motores e cognitivos. Essa compreensão é um primeiro passo que o educador pode dar em direção a uma educação de qualidade que alcance a formação integral da criança.
  • A Interação porque na escola, a convivência com os colegas, a perspectiva de grupo, precisa ser considerada, tanto em relação à importante consideração de respeito e atenção para com o outro quanto em relação à formação do “eu” da criança, da sua identidade infantil. O papel do outro é fundamental na efetivação da aprendizagem, pois a criança observa, compara, concebe hipóteses e confronta pontos de vista a partir dessa relação.
  • A Brincadeira, pois brincar não é só uma experiência lúdica e agradável. É um verdadeiro laboratório de emoções, vivências e experiências infantis. A recriação que a brincadeira permite possibilita reviver situações, imaginar, criar e, de certa forma, viver a experiência. A criança precisa realizar atividades que proporcionem o conhecimento de seu corpo. Então, além de brincar, ela vai receber interação física do seu professor, adequando o aspecto emocional ao que se pretende desenvolver. Desta forma, os professores são orientados para que brinquem com as crianças, interajam com elas.

A criança precisa de tempo para aprender, precisa de materiais, de manipulação, de significados. A aprendizagem das crianças da educação infantil não se dá apenas pela fala do professor. Elas são motivadas e desafiadas o tempo todo a explorarem objetos, levantar hipóteses, questionar suas ideias e formar outras ideias. Nas rodas de conversa o professor explora determinado assunto e a criança levanta suas hipóteses contribuindo para o avanço na sua aprendizagem.

Este é um período receptivo, de intenso desenvolvimento cerebral, e quanto mais estímulos a criança receber, novos comportamentos podem ser gradativamente adquiridos, preparando o cérebro para novas e mais complexas aprendizagens.

As necessidades de autonomia são trabalhadas de forma diferenciada, pois, ao longo do tempo que ficam na educação infantil, as crianças oscilam entre a total dependência do adulto, nas fases iniciais, e a autonomia adquirida ao longo do tempo. Organizamos o ambiente da criança de forma a propiciar autonomia no acesso a materiais onde a própria criança manuseia. Os espaços e a estrutura estimulam o Movimento permitindo que as crianças possam brincar, subir e saltar com mobiliário adequado. Rampas, escadas e bancos são interessantes para que elas sejam desafiadas e possam explorar mais suas capacidades motoras.

As aulas de Ensino Religioso são um diferencial do trabalho do Colégio Nossa Senhora Aparecida na Educação Infantil, pois favorecem a vivência dos valores cristãos, propiciando às crianças, através de experiências lúdicas, o contato com historias bíblicas que são carinhosamente adaptadas à linguagem dos pequenos.(teatros de fantoche, encenações, cantos e atividades de registro). Tais ensinamentos vão despertando desde cedo para a capacidade de lidar com diferentes situações e contextos, refletindo sobre suas escolhas e se apropriando de novas formas de convivência e relação consigo mesmos, com os outros, com o ambiente, com Deus e com o conhecimento.

Sobre a proposta Pedagógica, vamos destacar que o desenvolvimento das competências linguísticas é um dos eixos básicos que norteiam a Educação Infantil no colégio Nossa Senhora Aparecida, pois é a linguagem que possibilita a interação entre as pessoas, a construção do conhecimento e consequentemente a formação do sujeito histórico e social. O trabalho com a linguagem na Educação Infantil já é organizado considerando as quatro competências básicas: o desenvolvimento da comunicação oral, a capacidade de ouvir e compreender o outro, o domínio da escrita e a leitura autônoma. Ou seja, despertar na criança a capacidade de Falar, Ouvir, Escrever e Ler.

Desta forma nosso material didático, os projetos e as sequências didáticas contemplam atividades que desenvolvem:

  • A Oralidade, partindo do repertório que a criança já possui através da intervenção constante dos professores como estimuladores dessa fala através das rodas de conversa diárias, da mediação nas variadas situações do cotidiano, na proposta de pequenos seminários, debates, brincadeiras simbólicas, etc.
  • Para o despertar da Capacidade de Ouvir e Compreender o outro e também suscitar a Atitude Leitora, é realizada diariamente a hora do conto nos cantinhos de leitura com apresentação de gêneros variados que envolvem inclusive receitas, listas de compras etc; passeio à biblioteca da escola, orientando sobre o comportamento neste ambiente, o zêlo pelos livros, compartilhar leituras com outra pessoa fazendo deduções sobre a continuidade da história, contar histórias conhecidas para os colegas, entre outros.
  • Para o desenvolvimento da Linguagem Escrita, ainda que a na Educação Infantil a criança não precise ser alfabetizada, são necessárias atitudes que familiarizem a criança com a escrita e que permitam seu desenvolvimento motor e intelectual para que sejam criadas as condições de alfabetização. São planejadas atividades que contemplam a motricidade ampla ( do corpo para o braço) e fina ( dos braços para os dedos) e também estímulos para que ela possa familiarizar-se com o lápis e papel, massinha de modelar, brinquedos de encaixe, quebra-cabeças. O alfabeto é apresentado de forma lúdica e natural, pois compõem toda decoração e nomeação dos objetos do ambiente, que passa a ser chamado de ambiente alfabetizador. O registro feito pelo professor, das histórias coletivas criadas pelo grupo de crianças e posterior ilustração do mesmo, também contribui para que a criança reconheça a importância da escrita. O tempo todo são estimuladas e valorizadas as hipóteses de escrita propondo à criança o ”Escreva como souber”.

O trabalho com noções Matemáticas na Educação Infantil também vem contribuir para a formação da autonomia nas crianças, capacitando-as a pensar por conta própria, sabendo resolver problemas, aprendendo a lidar com informações e criando estratégias diante de situações que são planejadas pelos professores.

A influência tecnológica no cotidiano é tamanha que uma criança que mal consegue falar já tem acesso e facilidade no manuseio de aparelhos tecnológicos. Não há como a tecnologia substituir os processos de aprendizagem e de vivência, mas pode ser somada a eles, trazendo modernidade e maiores possibilidades de interação tão necessária à aprendizagem dos pequenos, por isso nossa escola faz uso moderado, porém contínuo de ferramentas tecnológicas que estimulam interesse e aprendizagens, através dos tablets, lousa digital, Smart Tv.

A matriz curricular da Educação Infantil no colégio Nossa Senhora contempla as seguintes áreas do conhecimento:

Linguagem oral e escrita, artes e música, matemática, natureza e sociedade / identidade e autonomia, movimento, linguagem, tecnologia, ciências humanas (ensino religioso e atividades recreativas)

Para a Educação Infantil, estão disponíveis horários de aula: Matutino, Vespertino e Integral ou semi-integral.

Como atividades extras são oferecidos: Judô e Ballet

Galeria

Clique nas fotos para ampliar